Melasma Melasma

Tratamentos

Melasma

Moça jovem de cabelos ruivos e ondulados. Ela está de olhos fechados e com sua mão esquerda próximo ao queixo. Com seu dedo indicador, ela toca levemente seu lábio inferior.

O melasma é uma doença de pele caracterizada pelo surgimento de manchas marrons, geralmente na face, podendo acometer também outras áreas. Ocorre principalmente em mulheres, mas pode surgir em homens. O melasma costuma ser crônico, e evoluir com o passar dos anos. Saiba mais!

O que é melasma

O melasma consiste em uma disfunção da pele, gerada com a concentração de melanina em determinada área – pigmento responsável por atribuir cor à pele, o resultado são as manchas na pele. Estas manchas costumam possuir formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas (iguais nos dois lados). Apesar de não doer, não arder, não coçar e nem trazer graves problemas à saúde, tende a afetar a autoestima e bem-estar das pessoas que a possuem.

O melasma se manifesta sobretudo, em adultos jovens (com idade média entre 27 e 37 anos), e em pessoas com maior quantidade de melanina (isto é, negros, pardos, asiáticos e latinos).

Tipos de melasma

O melasma pode ser classificado em:

– Epidérmico: quando a melanina se concentra na camada mais superficial da pele (epiderme). Sua cor é castanho-escuro e tende a responder mais rapidamente ao tratamento.

– Dérmico: quando a melanina se encontra mais profundamente na pele (derme). Sua cor é castanho-claro ou azul-acinzentada, e a resposta ao tratamento tende a ser mais lenta.

– Misto: consiste na combinação dos tipos anteriores, mas com características intermediárias.

Áreas em que o melasma se manifesta

É mais comum o surgimento do melasma na face, em áreas como a testa, as bochechas, o nariz, o buço e o queixo, mas pode ocorrer ainda na região do pescoço, colo e braços.

Causas do melasma

As causas para desencadear o melasma ainda não são muitas claras, mas muitas vezes a condição pode estar associada a:

– exposição solar;

– alta exposição à luz emitida por eletrônicos (computadores, smartphones, tablets, etc.);

– alterações hormonais (tal como a gravidez, uso de anticoncepcionais e contraceptivos intrauterinos, menopausa ou terapias hormonais de substituição);

– fatores genéticos;

– fototipo (cor da pele);

– medicamentos e/ou cosméticos;

– alterações vasculares;

– deficiência de zinco.

O melasma é contagioso?

O melasma não se transmite por contato direto com outra pessoa, por isso é uma doença não contagiosa.

Prevenção melasma

Considerando que a exposição à luz solar agrava consideravelmente o melasma, a maior forma de prevenção é o uso diário de protetor solar nas áreas de pele expostas ao sol, ainda que o dia esteja nublado ou chuvoso – isso porque o melasma também pigmenta com a luz visível.

Para longos períodos de exposição solar, é recomendada a utilização de óculos de sol, chapéu/ boné e guarda-sol ou sombrinha.

Tratamento melasma

O melasma é uma doença crônica, sendo rara sua cura definitiva. Contudo, existem opções para tratamento que possibilitam clarear as manchas e diminuir a produção de melanina:

Fotoproteção

Pessoas acometidas pelo melasma devem utilizar um filtro solar potente, físico e químico, com FPS alto nas regiões afetadas. O indicado são filtros que ofereçam proteção contra os raios ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB). Seu uso ajuda na estabilização dos benefícios obtidos com os demais tratamentos.

Não é raro que pessoas com melasma agravem sua condição por optarem por um tratamento ou procedimento inadequado, piorando a aparência das manchas.

Cremes

Os mais usados são à base de hidroquinona, ácido glicólico, ácido retinóico e ácido azeláico. Através deles, é possível obter resultados a partir de dois meses de tratamento, contudo, é método cuja eficiência varia conforme cada paciente. Outros ativos bastante utilizados são: arbutin, ácido kójico, ácido fítico, ácido tranexâmico e ácido dióico.

Peelings

Permitem clarear a pele de forma uniforme e mais rapidamente que os cremes. Há diversos tipos de peeling, que agem nas camadas mais superficiais e nas camadas mais profundas da pele.

Laser e luz intensa pulsada

Devem ser feitos com cuidado, em uma clínica especializada, para não gerar maior pigmentação das áreas.

Alimentação

Ter uma alimentação rica em alimentos com fonte de vitamina C, E e selênio (como tomate, espinafre, beterraba, laranja e castanha-do-pará), contribui para os resultados obtidos no tratamento por auxiliarem na regeneração da pele.

Onde realizar o tratamento para melasma

Sem dúvidas, o rosto é uma parte em destaque na nossa imagem, e estar satisfeito com o que vemos é bastante importante para a nossa autoestima. Na Clínica Médica Dra. Sheila Matielo, buscamos proporcionar maior qualidade de vida e bem-estar aos nossos pacientes através de diversas opções para tratamento, inclusive à laser, luz pulsada e peeling.

Utilizando das últimas tecnologias do mercado, oferecemos resultados cada vez mais satisfatórios aos nossos pacientes. Fale conosco para mais informações!

_____________________________________________________________________________

Nossas Tecnologias Nossas Tecnologias

Desfrute a beleza de bem-estar

Tratamentos e protocolos específicos para a saúde da sua pele.

Topo
Open chat